Os discos da semana #07 (11/04 a 17/04)

Vitor Silveira aqui chegando com o post mais tradicional da terça-feira discólatra, os discos da semana!

Pode reparando o fone ou a caixa de som, porque essa semana tivemos um recorde. São 27 lançamentos pra te alimentar de música boa nessa quarentena!


Arre Colares – Quarantino #2 Pet (single)

Na medida pra fazer a cabeça de quem pirou no disco do Thundercat! Direto do Instagram do cara ele explica a música: “um beatzinho de fofura saudosa do mundo de antes. Usei o pocket piano pra fazer as estrelinhas da intro e o solo, o trompete dobrado duas vezes pra fazer umas cama molhada de reverb e os sample de bateria dum beat que fiz pro meu cachorro”.


Alteris e Piramidal – Ancestral (single)

Ancestral é um single que une as bandas Alteris e Piramidal que fala sobre reconhecer as nossas raízes, sobre ser infinito, sobre ancestralidade. No som dá pra sentir uma série de influências, desde a MPB setentista até a psicodelia. Solta o play!


Billie Joe Armstrong – I Think We’re Alone Now (single)

“Caros amigos. Enquanto todos estamos em quarentena, refleti sobre as coisas que mais importam na minha vida. Família, amigos e, claro, música. Gravei um cover de Tommy James & The Shondells no meu quarto. Eu acho que se tivermos que passar esse tempo isoladamente, pelo menos podemos ficar sozinhos juntos”. Foi assim que Billie Joe, vocalista do Green Day anunciou o lançamento desse cover no próprio Instagram!


Bob Dylan – I Contain Multitudes (single)

Assim como Murder Most Foul, o novo single chega de surpresa, e assim como o single anterior vem cheio de citações! Poe, Anne Frank, Indiana Jones, Rolling Stones, William Blake, Beethoven e Chopin compõem esse universo onde Dylan diz que conhece multidões.


Bon Iver – PDLIF (single)

Direto do Instagram do Justin Vernon: “em um esforço para fornecer suporte direto aos profissionais de saúde que trabalham na linha de frente da pandemia, estamos lançando uma nova faixa chamada “PDLIF” nos serviços digitais hoje via @jagjaguwar.
100% dos recursos serão direcionados à @directrelief, uma organização coordenada nos EUA e no mundo para fornecer EPI e itens médicos essenciais aos profissionais de saúde que respondem ao coronavírus (COVID-19). Bon Iver acredita em ampliar o bem, retribuir aos mais necessitados e reunir-se em torno de nossa comunidade global; esperamos que você se junte a nós.”


brescia e duvô – gatilho (EP)

As cercas elétricas e garrafas quebradas nos muros nunca cortaram tanto quanto as ruas cortam as cidades. Locomoção em segurança mas sempre receoso pelo pior. É assim que duvô e brescia anunciam o EP colaborativo gatilho, gravado em K7 em dezembro de 2019.


Built to Spill – Mountain Top (single)

Mais um single do próximo disco do Built to Spill! O disco vai se chamar “Built to Spill Plays the Songs of Daniel Johnston” e chega dia 12 de junho. O disco, como o nome sugere, são de versões do genial Daniel Johnston!


Carne Doce – Saudade (single)

Terceiro single do disco novo do Carne Doce, ainda sem data de lançamento, mas vem coisa boa por aí!


David Bowie – ChangesNowBowie

Mais um lançamento pós morte do gênio David Bowie! Changesnowbowie vem de uma sessão acústica gravada para a BBC Radio, veiculada na ocasião da comemoração do aniversário de 50 anos do cantor, em 8 de janeiro de 1997.


EOB – Earth

EOB é Ed O’Brien, também conhecido como guitarrista do Radiohead. Earth é um disco que levou cinco anos entre a composição e a gravação, durante qualquer intervalo possível da produção e turnê de A Moon Shaped Pool. No release oficial EOB diz que “queria fazer um disco com o coração. Eu queria fazer algo direto. Eu queria falar sobre o amor, sua família no sentido imediato e mais amplo, onde estamos no planeta, a imagem maior, vida e morte. Eu queria fazer um grande álbum de coração, quente e colorido… algo esperançoso e cheio de amor.”


Faye Webster – In a Good Way (single)

Faye Webster é uma das cantoras que eu mais curto dessa geração atual. Vale a pena ir atrás do disco anterior dela, o Atlanta Millionaires Club (2019)! Segundo a moça ela escreveu esse single logo após ela chorar de felicidade pela primeira vez!


Fiona Apple – Fetch The Bolt Cutters

Quinto lançamento da cantora, o primeiro em oito anos! O disco foi gravado inteiro na casa dela, em Los Angeles, ao longo do último ano, onde ela só saía de casa para passear com seus cachorrros. Certamente o disco mais comentado da semana, ouça e tire as próprias conclusões!


Helen Nzinga – Mar (single)

“Eu despertei, eu notei, eu sou muita coisa então eu me amei”, canta Helen Nzinga em seu mais novo single, um soul com letra urgente, que conta com muita gente boa envolvida, dá uma sacada lá no Instagram dela!


Hyldon – A Lenda do Clube dos 27 (single)

Single lançado no dia do aniversário do mestre Hyldon, 17 de abril! A música conta com beats do Papatinho e é o quarto single do disco que está prometido para junho. Vem pedrada aí!


Incubus – Trust Fall (Side B)

Finalmente a continuação do EP lançado em 2015. Parece muito mais com as músicas clássicas da banda do que a onda em que eles entraram depois do lançamento de If Not Now, When?, de 2017.


Jamie xx – Idontknow (single)

Primeiro single do músico e produtor depois de 5 anos sem lançar nada solo! Em nota no Instagram, Jamie diz que “compus Idontknow como uma saída para minha frustração por não conseguir terminar nenhuma música por um tempo. Tentei ser menos precioso com minhas idéias e simplesmente me soltei. Eu então assisti isso ser traduzido para a pista de dança quando comecei a tocar no ano passado. Agora, não podemos sair para dançar e precisamos de uma saída mais do que nunca. Espero que você dance em casa e solte-a por um momento”.


Jamael Dean – Oblivion

Jamael Dean é um jovem pianista de 20 anos, que já tocou com nomes como Kamasi Washington, Thundercat, Miguel Atwood-Fergunson e Carlos Ninõ. O som do cara remente a Sun Ra, Alice Coltrane e Herbie Hancock. Precisa de mais?


Jarboe – Illusory

Jarboe, durante anos, foi membro do Swans. Depois disso ela colaborou com Neurosis, A Perfect Circle, Puscifer, Jesu e muitos outros. Illusory é seu 33º álbum solo, ela explica que ele “é uma maneira budista em relação à ilusão do eu / ilusão da percepção da realidade”.


King Buzzo with Trevor Dunn – I’m Glad I Could Help Out (single)

Mais um single do novo disco do grande Buzz Osborne, frontman do Melvins. O disco foi gravado em parceria com Trevor Dunn, baixista do Mr. Bungle e do Fantomas e sai dia 15/05!


Norah Jones – How I Weep (single)

Segundo single do novo disco da Norah Jones! Deixamos passar o primeiro, mas você pode conferir aqui a faixa em colaboração do Jeff Tweedy, do Wilco. O disco novo chega dia 12/06!


Shabazz Palaces – The Don Of Diamond Dreams

“Ainda é impossível descrever com precisão um álbum dos Shabazz Palaces sem cair nos tropos cósmicos. No entanto, às vezes os clichês são substitutos das verdades eternas. O álbum incorpora uma manifestação futurista do mito ancestral, cheio de vocoder robótico e autotune distorcido, Funkadelic refratado em diferentes dimensões, portais estranhos e passeios noturnos quentes e alegres ao longo da orla (um reflexo de ser mixado perto da praia, na Califórnia). Os sintetizadores são de outro planeta, mas a bateria fala uma linguagem universal. É hip-hop, dub, jazz, R&B, soul, funk, africano, experimental e, ocasionalmente, até pop. Mas ao longo de cinco álbuns, o Shabazz Palaces concebeu os limites fluidos de seu próprio gênero de uma banda”.


SOFT PORN – Tiu​-​Ba​-​La​-​Quieba (Marcos Valle Cover)

Iniciativa de artistas de rock triste, gênero criado por fãs, para ajudar comunidades carentes nesse tempo de crise.
Um cover por semana até outubro.
Nenhum lucro será destinado aos artistas. Todos os lucros são destinados ao Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas.


Surra – Escorrendo Pelo Ralo: Ao Vivo em São Paulo

Disco gravado em fevereiro desse ano no Full House Bar em São Paulo! No repertório estão quase todas as músicas do Escorrendo Pelo Ralo (2019) e mais algumas faixas de outros discos da banda. Você encontra o vídeo do show no YouTube da banda clicando aqui!


The Magnetic Fields – (I Want to Join A) Biker Gang (single)

Mais um single do disco novo do grande Stephin Merritt. Dessa vez o cara vai lançar um box com 5 EPs, cada um com músicas de no máximo 3 minutos, totalizando 28 músicas!


thisquietarmy – Kesselhaus

No release para imprensa, Eric Quach (o cara por trás do thisquietarmy), diz que Kesselhaus é de alguma forma um álbum conceitual, com faixas que foram gravadas em 2019, inspiradas em várias visitas a Berlim nos últimos 10 anos. Ele viajou muitas vezes para Berlim por várias razões profissionais e pessoais. Ir a pequenos shows de noise, clubes de techno famosos, explorar espaços históricos e abandonados e ver como uma cidade se transforma toda vez que ele voltava foi a razão pela qual esse álbum se tornou o que é agora: um álbum barulhento de noise com techno, com elementos black metal.


Westside Gunn – Pray for Paris

Pray for Paris é o terceiro álbum de estúdio do rapper da Griselda Records, Westside Gunn. Ele começou a trabalhar no álbum em Paris em janeiro de 2020 , quando participou da Paris Fashion Week. Segundo o release de imprensa, a experiência de estar na cidade pela primeira vez o inspirou e ele escreveu seis músicas em duas sessões separadas de três horas, três músicas por dia.


VÁRIOS ARTISTAS – keep breathing: a lo​-​fi tribute to all the lonely hearts during social distancing

Compilação com 15 faixas lançada através do bandcamp da HBB, que conta com músicos das bandas Acidental, Armada, Autoramas, Dinamite Club, Faca Preta, Fantástica Banda Sem Nome, Inocentes, Never Too Late, O Inimigo, Riviera Gaz, Taunting Glaciers, The Bombers, Ultamen e Zumbis do Espaço. “Cada banda gravou utilizando as ferramentas que tinham disponíveis em casa. Algumas músicas foram gravadas utilizando fita cassete, softwares de computador e até mesmo o gravador de envio de mensagens do celular”, explica Antônio Augusto, idealizador do projeto e fundador da HBB, um dos selos favoritos da casa!


Por hoje é só, até semana que vem!

Vitor Silveira
Últimos posts por Vitor Silveira (exibir todos)

Vitor Silveira

Vitor Silveira, é graduado em Biblioteconomia pela UFRJ, e também tem formação técnica em Produção Audiovisual pela FAETEC. Atualmente divide a vida entre pesquisas em Humanidades Digitais e o portal Disconversa, onde contribui como editor, colunista e webmaster, assim como produtor e editor de áudio no Disconversando. Entre opiniões polêmicas e informações obscuras, enxerga em um disco do Cartola a mesma beleza que no Metal Machine Music do Lou Reed.

Deixe um comentário