Os discos da semana #109 (09/04 a 15/04)

Salve, discólatra!

Esses são os 10 álbuns/EPs e 10 singles que mais escutamos nos últimos dias aqui na redação do DCV!

Não deixe de seguir a nossa playlist de lançamentos, ela é atualizada semanalmente por Jônatas Marques e Vitor Silveira. A capa é de William de Abreu. Bora conferir?


Entre álbuns, EPs e singles, alguns destaques da curadoria:

Haroldo Bontempo & Mariana Cavanellas – Brasil, 17h (single)

Haroldo Bontempo (Mineiros da Lua) faz das suas canções um reflexo de seu momento, sempre pelo prisma emocional e pessoal. Esse diálogo musical continua no novo single de seu próximo disco, homônimo. “Brasil, 17h” é uma composição sobre não sucumbir diante daquilo que nos oprime – seja uma questão de saúde mental ou mesmo a realidade social de onde se vive. Ao lado da cantora Mariana Cavanellas (Rosa Neon e Lamparina), o artista faz uma poética dança de libertação das dores cotidianas. O lançamento em todas as principais plataformas é do selo yb music  e ganha um clipe assinado pelo aclamado Rollinos (assista aqui).

“Desde o primeiro dia que fiz a música, ouvi a voz da Mariana nela… Já nos conhecíamos e eu já tinha enviado músicas minhas para ela, mas essa eu verdadeiramente ouvi ela cantando. Quando enviei, foi um estouro, ela topou na hora e teceu elogios à música, ficou super animada. Pessoalmente eu tinha pensado nela entrando no meio da música, chegando no estúdio que ela pediu pra fazer um take inteiro e nossa, ficou bom demais!”, comemora Haroldo.


Pâmela Amaro – Samba às Avessas

Samba às Avessas é o primeiro álbum autoral da cantora, compositora e atriz porto-alegrense Pâmela Amaro, lançado pelo selo Mundaréu/YB Music (SP), em todas as plataformas musicais. Patrocinado pela Natura Musical, o trabalho destaca a vertente autoral da artista, em sintonia com as narrativas do universo feminino, plural e complexo.

Em Samba às Avessas, Pâmela Amaro pretende afirmar a importância do papel da compositora, pois acredita que pode colaborar muito na (re)construção do imaginário positivo e humanizado acerca da pessoa negra. Neste sentido, a artista usa a música para contar histórias e espalhar mensagens de positivação e afirmação de um futuro próspero para grupos étnicos atingidos pela estrutura do racismo. Das doze faixas do disco, nove são de sua autoria. A composição, segundo a artista, é uma forma de exaltar o feminino sagrado, plural e complexo. “Para além de esposas e donas do lar, somos mães, avós, lideranças, empreendedoras e carregamos sonhos, dissabores, lutas e emoções que já não devem mais ser escondidos”. 


trema¨ – Br-Lockdown

Conhecido na cena independente de São Paulo, Lucas Lippaus (ex-Herod) lança o seu novo projeto, a trema¨ que já sai do forno com uma série de 11 singles e vídeos (assista aqui) intitulada BR-Lockdown. Foram lançados dois singles e clipes por semana ao longo de março e abril, com a participação especial de Cint Murphy (In Venus), Douglas Leal (Deafkids), Vitor Meira (Bratislava), Fernanda Gamarano (Der Baum), Filipe Giraknob (Vathlo, ex-Supercordas), Sandrox Duarte (Cristo Bomba), Claudio Cox (Giallos), Liu Anno (Podcast Na Fila de Banheiro, ex-Fluhe), Bruno Monstro (Twinpines), May Manão (Crime Caqui, Tôrta) e Amanda Rocha (La Burca). Os lançamentos foram produzidos pela Bad Chinchilla e contam com a parceria do Coletivo Lança.

“Com o projeto, procurei fazer um desabafo com a situação de pandemia e notei que os músicos convidados também. Optei pelas músicas serem extremamente curtas, com no máximo um minuto e meio de duração. Queria fazer algo direto e que não fosse cansativo para as pessoas”, diz o músico, seguindo o que já virou tendência no cenário musical.


Leia a bula:

Álbuns e EPs
1. Cuscobayo – Não É Bem Assim
2. Deh Muss – antes de Eva…
3. Fernando Mascarenhas – Dizperto ao Vivo
4. Nosedive – Losing Touch
5. Outros Bárbaros – Interlúdio na Beira do Caos
6. Pâmela Amaro – Samba às Avessas
7. slsd – Feliz Aniversário
8. trema¨ – Br-Lockdown
9. Trovão Rocha – Sobre a Lua e os Passos
10. Wagner Almeida – Eu Enterrei Uma Semente Aqui

Singles
1. Azul é a Cor de Netuno – Estelar
2. Brina Costa – Me Querem Uma Influencer
3. Eduardo Pastore – Toda Vez
4. Guilherme Meirelles – Passeio?
5. Haroldo Bontempo & Mariana Cavanellas – Brasil, 17h
6. Inquilinos da Casa Verde – Do Cosmo ao Caos
7. Izar – Maior Que o Chão
8. Lari – Home Office
9. ONDA ERRADA HC – Terra Arrasada
10. RAYA – Os corpos não são iguais


Continue usando máscara e, sempre que possível, mantenha o isolamento social. Vá vacinar quando for a sua vez e não ouça o atual presidente.

Aquele abraço e até semana que vem!

Vitor Silveira
Últimos posts por Vitor Silveira (exibir todos)

Vitor Silveira

Vitor Silveira, é graduado em Biblioteconomia pela UFRJ, e também tem formação técnica em Produção Audiovisual pela FAETEC. Atualmente divide a vida entre pesquisas em Humanidades Digitais e o portal Disconversa, onde contribui como editor, colunista e webmaster, assim como produtor e editor de áudio no Disconversando. Entre opiniões polêmicas e informações obscuras, enxerga em um disco do Cartola a mesma beleza que no Metal Machine Music do Lou Reed.

Deixe um comentário