Os discos da semana #76 (07/08 a 13/08)

Salve, discólatra!

Nessa última semana escutamos 16 álbuns / EPs e 16 singles, que fazem parte da nossa playlist. Do indie ao hardcore, da MPB a música experimental, você encontra tudo de mais legal aqui no Disconversa!

Não deixe de seguir a nossa playlist de lançamentos, ela é atualizada semanalmente por Jônatas Marques e Vitor Silveira. A capa é de William de Abreu. Bora conferir?

Charme Chulo, Fernanda Ouro, Micah e Nosso Querido Figueiredo lançaram clipes que valem o confere, basta clicar no nome de cada artista para assistir!


André Gurgel – Nas Imediações do Não​-​Ser, os Semáforos Estão Sempre no Azul foi lançado apenas via bandacamp, por isso não faz parte da nossa playlist.


Entre álbuns, EPs e singles, alguns destaques da curadoria:

Cadu Tenório – Are you okay? por Vitor Silveira
Terceiro disco lançado no espaço de menos de um ano pelo prolifico músico e produtor Cadu Tenório. Seu trabalho é feito principalmente através da exploração de diferentes processos de gravação e da construção de timbres a partir de sintetizadores, gravações de campo, tape loops e instrumentos processados. Em “Are you okay?”, Cadu entrega um de seus trabalhos – na falta de palavra melhor – mais acelerado e moldado pelos beats. O disco foi gravado e mixado pelo próprio Cadu Tenório e masterizado por Emygdio.


Chelpa Ferro – Hip Hop por Vitor Silveira
Hip Hop é o sexto álbum do trio carioca Chelpa Ferro. Com as participações especiais de Fausto Fawcett, Ivana Vollaro, Cabelo, Tantão, Chacal e Waly Salomão, o trio parte dos procedimentos de colagem e edição da música eletrônica, do funk carioca e do rap para investigar os limites e novas possibilidades sonoras da palavra e da voz. O disco conta com a produção musical do músico e produtor Thiago Nassif, a mixagem de Renato Godoy e a programação visual construída pelo designer e músico Lucas Pires.


Micah – Nada Ficou (ou Espelho) por Vitor Silveira
Micah é cantora e compositora da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Na estrada desde 2018, lançou os EPs “Plantas no Fundo do Aquário” (2018) e “Período Fértil” (2019), além do single “Contatos Imediatos” (2020). O seu novo EP “Nada Ficou (ou Espelho)” consolida as influências entre a MPB e o indie rock e é um lançamento digital via Mondé Musical. As canções “Eu Não Sei Nadar”, “Nada Ficou” e “Sofia”, que compõem o EP, narram o encontro da artista consigo mesma durante o período de isolamento social. A obra nos convida a olhar para dentro e iluminar nossas sombras.
Confira também a matéria que fizemos com a Micah na época de lançamento de “Período Fértil”.


Wry – Reimagining Noites Infinitas por Vitor Silveira
Wry é uma clássica banda de Sorocaba (SP) que passeia pelas sonoridades do shoegaze, pós punk e indie rock. “Reimagining Noites Infinitas”, traz as 10 faixas de “Noites Infinitas”, um dos lançamentos de 2020 favoritos da casa, através dos remixes e releituras de artistas como RØKR, My Magical Glowing Lens, Ziurmuzik, SPCTRM (Reino Unido), Geztalt, Dormente, Alienpovo, Electropaulo (Reino Unido) e Adriano Cintra.


Os singles, por Jônatas Marques

Entre os singles, essa semana saiu o primeiro de Mariá Portugal do seu novo trabalho que está chegando. Cheio/Vazio retrata bem as particularidades musicais de Mariá e prepara os ouvintes para o seu álbum: Erosão, que sai em Novembro de 2021.

Macintushie é formada por Pedro BAAPZ, Isabel Oliveira e Ruan Lustosa, nomes da cena independente de Juiz de Fora (MG). O novo single Vicky Avait Raison do trio “low profile” chegou de surpresa nos streamings. Vale a pena conhecer esse trabalho e o seu EP de estreia: Stillwitchu.

Dy Fuchs, junto com Yannick Hara e VERDERAME, lançou mais um single cyberfuturista: Gothglitch. Dy Fuchs já lançou 6 singles em 2021 e participou de outros projetos musicais com artistas independentes. Indicamos ficar de olho, pois a qualquer momento vem mais coisa nova.

Yannick também lançou um novo trabalho essa semana: Incêndio Doloso. O single teve a participação VNDROID, com quem Yannick Hara já gravou um disco Ao vivo – Show Livre.


Leia a bula:

Álbuns e EPs
1. André Gurgel – Nas Imediações do Não​-​Ser, os Semáforos Estão Sempre no Azul
2. Cadu Tenório – Are you okay?
3. Chelpa Ferro – Hip Hop
4. DurangoKid – DKMERON – Delírios Distópicos
5. Hari Maia – O Ladrão de Olhos (Original Soundtrack)
6. Hugo Moura – Un Arquitecte a Catalunya (Trilha sonora)
7. Ishmael Ensemble – Visions of Light
8. Micah – Nada Ficou (ou Espelho)
9. Padovani’s Death – A Placid Hurry
10. Quazimorto – Amanhã Foi Ontem
11. Roberto Gava – Bertolt Brecht
12. Stuck – Content That Makes You Feel Good
13. Surra – Ninho de Rato
14. Vermes do Limbo – Umbu
15. Violet Soda – Unplugged
16. Wry – Reimagining Noites Infinitas

Singles
1. Charme Chulo – Nem a saudade
2. daBossa & Julia Mestre – Sentimento Blues
3. Desisto – Agonia
4. Dy Fuchs, Yannick Hara & VERDERAME – Gothglitch
5. Fernanda Ouro – Menção
6. Furio – Bumbando
7. Heavy Blues – Dias Nublados
8. Joss Dee – Sequência de Vapo
9. Letrux – Isso Aqui É um Campo Minado
10. Macintushie – Vicky Avait Raison
11. Mais Uma – Festa dos Pássaros
12. Mariá Portugal – Cheio/Vazio
13. Nosso Querido Figueiredo – Buraco Negro
14. Os Alacantos – Feitiço de Áquila
15. Sebastianismos & Fresno – Cicatriza
16. Yannick Hara & VNDROID – Incêndio Doloso


Continue usando máscara e, sempre que possível, mantenha o isolamento social. Vá vacinar quando for a sua vez e não ouça o atual presidente.

Aquele abraço e até semana que vem!

Vitor Silveira
Últimos posts por Vitor Silveira (exibir todos)

Vitor Silveira

Vitor Silveira, é graduado em Biblioteconomia pela UFRJ, e também tem formação técnica em Produção Audiovisual pela FAETEC. Atualmente divide a vida entre pesquisas em Humanidades Digitais e o portal Disconversa, onde contribui como editor, colunista e webmaster, assim como produtor e editor de áudio no Disconversando. Entre opiniões polêmicas e informações obscuras, enxerga em um disco do Cartola a mesma beleza que no Metal Machine Music do Lou Reed.

Deixe um comentário