Gabriel Porto fala de suas influências ao lançar novo single, “Me Encontrar”

Natural de Americana, Gabriel Porto atua como cantor, compositor e multi-instrumentista desde 2014. Com formação em Música pela Universidade Federal de São Carlos, o artista busca trazer em suas composições reflexões sobre leveza, liberdade e relações afetivas, pautas necessárias principalmente na sociedade na qual vivemos, em que tudo é imediato e fluido.

Com influências da MPB e do pop contemporâneo, Gabriel lança hoje o clipe e single “Me Encontrar” , disponível em todas as plataformas digitais. Em entrevista, o artista revelou ao Disconversa cinco álbuns que influenciam sua obra:

Billie ElishWhen We All Fall Sleep, Where Do We Go?

A primeira vez que ouvi Billie parece que o mundo virou de cabeça pra baixo e eu pensei: “Caracas quem é essa guria e o que ela está fazendo?” Curti demais os arranjos, os drops das faixas e também como tudo isso se conecta de uma forma linda com as melodias suaves e letras fortes dela! Com certeza uma grande influência para o meu som atual.

Rubel – Casas

Rubel, como todo cantor atual que eu acompanho, passou por uma grande transição. Sinto que eu também mudei bastante meu estilo de compor. Sempre ouvi Rubel desde a música: “Quando Bate Aquela Saudade” e foi sempre algo de grande inspiração falar dos sentimentos e da vida, com voz e violão de um jeito sutil. E então, chegou o álbum Casas que foi uma total surpresa, com beats e uma linguagem atual! Amei e foi minha trilha sonora durante meses.

Várias Queixas – Gilsons

Lembro que estava tocando músicas no Instagram e lendo os pedidos, então uma guria pediu para eu tocar “Love, Love” e eu não conhecia, fui ouvir e nossa!! Que som gostoso e que vibe maravilhosa! Desde então virei fã e ouço todos os lançamentos, orgulho de ser brasileiro.

Pet Sounds – The Beach Boys

Uma influência praiana que carrego nos meus sons até hoje é essa banda, e também esse álbum que foi lançado no dia em que eu nasci. Tantas paisagens sonoras, efeitos, corais de vozes, um verdadeiro espetáculo. Músicas que participaram de vários filmes que amo e também com uma vibe indescritível. Comecei a compor pensando muito nessas melodias e hoje em dia misturo um pouquinho em cada coisa que faço.

Coisas Da Geração – Lagum

Coisas da geração é um álbum que com certeza entra pra nova vibe que carrego, Lagum já chegou com a música “A Gente Nunca Conversou“, uma amiga me enviou esse som e me disse “lembrei de você”. E de fato lembrava muito umas músicas novas que ainda nem cheguei a lançar mas que estou super ansioso para isso! Incrível a forma como eles colocam uma vibe rockeira atual e também beats, violão, MPB, Samba, bossa nova tudo junto de uma forma única! Agradeço por ter essa banda como referência!

Bruna Ribeiro

Bruna Ribeiro

Bruna Ribeiro tem 22 anos e estuda Relações Públicas na ECA-USP. É redatora e produtora de conteúdos em diversas páginas musicais. Além disso, é profunda admiradora da música indie nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *