In Venus anuncia novo disco em pré venda pela No gods No masters

Formada em São Paulo em 2015, a banda de post-punk In Venus apresenta um mosaico de ritmos e sonoridades que se somam e complementam às letras críticas ao contexto geopolítico contemporâneo.

Atualmente a In Venus é composta por Cint Murphy (voz e teclado), Duda Jiu (bateria), Rodrigo Lima (guitarra) e Patricia Saltara (baixo).

Em 2016, lançou o single “Mother Nature”. Em 2017 divulgou seu segundo single, “Youth Generation”, e no mesmo ano estreou o debut álbum Ruína, produzido por Lucas Lippaus e gravado no Estúdio Aurora, em São Paulo. Em 2018 lançou o EP Refluxo, produzido por Desirée Marantes e gravado no T-Recs, estúdio do selo Hérnia de Discos, com direito a show de lançamento no teatro do Sesc Belenzinho. Em 2019 a banda se afastou dos palcos para entrar em processo de composição de um novo álbum, fazendo poucos shows dos quais se destacam apresentações no CCJ (Centro Cultural da Juventude) e festival Minas No Front, do Sesc Pompéia.

Em 2020, a banda apresentou o primeiro single intitulado “Ansiedade”. Em 2021 lança o álbum “Sintoma”, produzido por Mari Crestani, captado por Helena Duarte no estúdio Mestre Felino, mixado por Malka Julieta e masterizado por Luis Tissot.

Sintoma” vem com 10 músicas em um vinil de 180g, com uma sonoridade única, empolgante e inspiradora. Sua capa e encarte estilo poster (60x60cm) foram pensados e criados pela Coletiva Formas constituída por Adriana Latorre, Brunella Martina, Camila Visentainer, Erikat, Filipa Aurélio, Thais Lopes e Thamu Candylust.

O disco, que está em pré venda no site da No gods No masters, vem com um poster exclusivo (30x90cm) montado por Erikat e Rodrigo Lima interferindo em artes criadas pela Coletiva Formas e pode ser adquirido nesse link!

Um disco feito de forma coletiva, se permitindo captar além das 4 pessoas que tocam seus instrumentos, somando anseios e perspetivas.

Vitor Silveira
Últimos posts por Vitor Silveira (exibir todos)
Compartilhe:

Vitor Silveira

Vitor “Buba” Silveira tem 30 anos, é bibliotecário e o mago das edições do Disconversa.⠀ Cheio de contrastes, tem a maior pinta de rockeirão do mal, mas é (quase) um sujeito paz e amor. Entre opiniões polêmicas e informações obscuras, enxerga em um disco do Cartola a mesma beleza que no Metal Machine Music do Lou Reed.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *